26.1.13

And now… for something completely serious!

Existe uma doença chamada Endometriose que é desconhecida da grande maioria das pessoas [eu também não a conhecia, até ser diagnosticada a uma amiga...]. Mesmo dentro da classe médica, há muitos que ainda não a compreendem! É fácil de diagnosticar, mas tratá-la ou controlar as dores ou danos colaterais é mais difícil… Esta doença pode ser precocemente detectada quando uma adolescente se queixa de fortes dores menstruais. Estas dores não são normais, como muitos médicos ainda assumem. São causadas pela Endometriose e podem levar a consequências física e psicologicamente graves. Sendo a infertilidade uma das piores.
Para que as pessoas tenham conhecimento desta doença. Para que se mudem as consciências. Para que haja mais investigação médica. Para que se minimizem os estragos que pode provocar; É necessário que a doença seja reconhecida. É por isso que existe agora uma petição para o “Reconhecimento Legal do Dia Nacional da Endometriose. que vos convido a assinar. Por todas as pessoas que já sofrem desta doença. Por aquelas que podem vir a sofrer e por aquelas que, mesmo sem saberem, já sofrem. Pode ser o meu caso, ou o teu… [se fores uma rapariga e estiveres a ler isto!]

11 comentários:

mariasardinha disse...

Assinado!! [mas se não fosse ela tu não me conhecerias... :p olha a estupidez de querer ver sempre o lado positivo das coisas... tststststst ]

franksy! disse...

Se não fosse ela, quem?!
A endometriose??!

mariasardinha disse...

Sim. Se não fosse ela, eu teria nascido 11 anos antes e nunca teríamos andado juntas na catequese :p

franksy! disse...

AH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Pronto... lá está! Tudo, mesmo tudo, tem o seu lado positivo! <3

Agridoce disse...

Assinada!

Eu sou a primeira a insurgir-me contra as mulheres que não vão regularmente ao ginecologista. Eu sou a primeira a mandar as jovens todas ao ginecologista.

É fundamental, crucial, essencial.

Eu fui à primeira consulta de ginecologia com 19 anos. E já fui tarde. E podia ter sido tarde demais dado que saí da consulta com indicação de fazer uma eco, e saí da eco com indicação para ir para o bloco operatório donde saí com um ovário a menos... Podia ter corrido muuuuuito mal!

Mas a verdade é que, assustadoramente, nos tempos da faculdade, tinha uma colega com 25/26 anos que nunca tinha ido ao ginecologista, que nunca tinha feito uma eco... E era uma pessoa inteligente, informada...

Dá vontade de lhes dar dois pares de estalos!

franksy! disse...

Bolas... Ainda bem que foste a tempo! Realmente é assustador o que a ausência da medicina preventiva pode fazer...

Eu também tenho uma amiga que foi, no máximo há 2 anos, pela primeira vez ao ginecologista...

Nós discutíamos imenso com ela...
E ela também era/é uma pessoa formada! Inteligente! Activa!

Acho que partiu muito da família/mãe serem muito pudicos e não falarem sobre essas coisas...

Enfim...

Eu comecei bem cedo! Exactamente porque tinha dores de morte... E depois de ler sobre endometriose fiquei um pouco assustada... Mas não vou sofrer por antecipação!

mariasardinha disse...

diz que "Deus escreve direito por linhas tortas" [como esta frase dá pra (quase) tudo...]

essas dores devem ser da tua ruindade <3

franksy! disse...

Esta frase serve sempre porque a direiteza ou a tortez das linhas depende da nossa perspectiva! :p

E eu já não tenho dores! Agora não há ruindade em mim! :p

Ruindade era quando andava na companhia de 'certas e determinadas pessoas' a desencaminhar seminaristas que dariam uns belos padres para este país! :p

mariasardinha disse...

ai ó pá!!! quanta ingratidão!!! depois de tudo o que passaste com essas pessoas, depois da partilha das dores das batalhas (inglórias) travadas, tu vens e acusas as pessoas assim???

vc sabe que eu gosto de vc, ruim assim desse jeito!!!! ahahahahah =)

mariasardinha disse...

e tudo na vida é uma questão de perspectiva ;)

franksy! disse...

Não é ingratidão! Sou só eu a meter-me contigo!

Se não fosses tu, eu tinha lá força para enfrentar sozinha todo um Vaticano de opressões...