31.12.14

2014 (em regular [?] actualização)

68. Star Wars: Episode VI - Return of the Jedi [1983]
67. 2 Guns [2013]
66. Star Wars: Episode V - The Empire Strikes Back [1980]
65. Star Wars: Episode IV - A New Hope [1977]
64. Star Wars: Episode III - Revenge of the Sith [2005]
63. Star Wars: Episode II - Attack of the Clones [2002]
62. Star Wars: Episode I - The Phantom Menace [1999]
61. Boyhood [2014]
60. The Hunger Games: Mockingjay - Part 1
[2014] 
59. Interstellar [2014]
58. Walk the Line [2005]
57. Now You See Me [2013]
56. Dear Frankie [2004]
55. Gone Girl [2014]
54. The Counselor [2013]
53. Searching for Sugar Man [2012]
52. Frank [2014]
51. Life of Pi [2012]
50. Paris à Tout Prix [2013]
49. Beginners  [2010]

Ano Novo, Vida Nova

Nunca a expressão fez [tanto] sentido na minha vida! Em 2014 deixei ficar o meu melhor amigo, mas também deixei ficar o meu emprego merdoso onde fui, durante os últimos anos, assediada moralmente. A ACT foi incapaz de me ajudar - ainda que tenham sido extraordinários comigo, têm as suas limitações legais! Só um julgamento - que me alertaram que duraria anos e me tiraria mais uns quantos de vida - poderia fazer algum tipo de justiça. Optei pelo segundo caminho mais fácil [que foi bem difícil], despedi-me e vou começar uma nova vida. Diferente. Muito diferente. Mas acredito que também melhor. Afinal de contas, libertei-me do massacre laboral, 2015 terá 53 semanas, a Gang of Four fará 10 anos, teremos um novo filme Star Wars... o que é que poderá correr mal, não é?!

1.11.14

Atum Bisnaga :: 4.10.2002 :: 1.11.2014

No dia 1 de Novembro perdi o meu melhor amigo. Estive 56 dias [!] sem saber o que escrever. Continuo sem saber... Mas não podia deixar de registar aqui neste meu "diário"  esse acontecimento.


Estas foi a penúltima fotografia que lhe tirei em casa. Foi no dia 30 de Outubro de manhã. Nessa noite levei-o de urgência para o veterinário. O Atum não voltou para casa...
26.12.2014

9.10.14

Cara de enterro

Visto-me imensas vezes de escuro. Muitas de preto. Ainda que seja contra-indicado pelos meus animais de estimação, tenho inúmeras camisolas, pólos, camisetas, blusas, t-shirts (o que se lhe quiser chamar) pretas. Ainda ontem me vesti de preto. Mas hoje, que vesti uma camisa - preta - que não uso habitualmente, inúmeras pessoas me interpelaram. Porque estou muito escura. Se me morreu alguém. Que há muito tempo que não me viam de preto. Se é do estado de espírito. Que devia vestir-me com cores mais alegres. Quase todas estas pessoas me tinham visto mesmo ontem, com uma camisola preta. Será a minha camisa mais preta do que a minha camisola de ontem? Será por ser uma camisa preta pouco recorrente? Seria o reflexo da cara espelhado na camisa? Nunca saberei...

8.10.14

There's a Place in Hell for Me and My Friends*

[...] Para a maioria dos seres vivos a Terra é um inferno porque a raça humana é estúpida, cruel e gananciosa. A felicidade é, habitualmente, artificial.

Morrissey, Outubro 2014

 
*1991, Kill Uncle

18.9.14

Terminal 5[3]

dezoito de setembro de dois mil e nove com autorização para beber alcool!


4.9.14

27.8.14

Uma tarte.

Sentei-me num qualquer café da cidade com o amor à minha frente. Estava chuva e estava sol. Pelo menos nos nossos olhos. Andámos para a frente e para trás nas nossas vidas e de vez em quando parámos no presente. Nunca demasiado, ou nunca o suficiente. Senti saudades pelos dias que antes eram e nunca mais foram. Quando nos levantámos a empregada juntou num pano amarelo as nossas lágrimas. Levámos connosco a imaterialidade da nossa alegria. Esse amor chama-se Helen. Ou Ana, se quisermos complicar um pouco. Parabéns!

14.8.14

cancer x depression

subway, NY, september 2009

12.8.14

4.8.14

4 de Agosto


Obrigada Bruno e Daniel!

3.8.14

1969-2014

rip

1.8.14

30.5.14

ssenas do arco da vida


No dia 1 de Julho de 2013 a minha mãe deu-me esta carta que encontrou no escritório dela. Supostamente esta menina era aluna da melhor amiga da minha mãe [é a ideia que a Sãozinha tem] e tem o mesmo nome que ela [a minha mãe, não a melhor amiga]! Fiquei enternecida! Não só fiquei a saber que, com um ano, eu era pequenina, como também era linda e tinha umas bochechas igualmente lindas! E ainda levei com duas belas quadras que ficaram guardadas 31 anos e uns pós até as ler! Agora fiquei com bastante curiosidade de conhecer esta menina, que só assinou [o envelope, que era igualmente uma folha de caderno] Maria da Conceição. Ela terá, provavelmente, entre 36 e 39 anos. Se conhecerem alguém com este nome, da zona de Coimbra e que tenha tido uma professora primária chamada Maria Graziela [ou Gué], avisem-me!

22.5.14


“Pensar é entrar no labirinto, mais precisamente é fazer existir e aparecer um labirinto, quando se poderia ter ficado estendido entre as flores, a olhar o céu” 

Cornelius Castoriadis



3.5.14

2.5.14

Faltam vinte e oito dias

A Livraria Almedina já me desejou um feliz aniversário. A Dulce este ano não tem hipótese.

24.4.14

21.4.14

da crise (i)moral

Eu vivo muito acima das minhas capacidades intelectuais...