7.9.06

no coffee or cigarette

Também a mim me custou. Que quer o amigo? Um gato e de modo geral qualquer bicho de estimação acabam por tornar-se, como o cigarro e o café, um vício indispensável. Vícios do nosso amor.


menos que sete,
aquilino ribeiro

4 comentários:

Luísa Freire disse...

franksy, agora apetece-me chorar...não tenho vícios, nem do amor. queria um ombro onde pudesse pousar a cabeça sem ter que dizer nada. desculpa...tu nem me conheces!

franksy! disse...

oh luísa... longe de mim querer fazer chorar alguém!
E olha que não ter vícios é uma grande virtude!!!

Eu não te conheço, mas podes sempre pousar aqui a cabeça e chorar! eu não te perguntarei nada. Dar-te-ei o conforto do silêncio.

Luísa Freire disse...

obrigada... :)
és uma PESSOA com maiúsculas!

DJ Couve a.k.a. Abono Vox de Família disse...

No coffee, nor MTV...