4.9.06

a rodar

m a r i a
damon albarn,
afel bocoum,
ko kan ko sata doumbia,
toumani diabate
mali music






h e n r i q u e

tiger lillies
the gorey end










n. m. e.
isabelle chase otelo
saraiva de carvalho

you say hello and I say bairrada









m i g u e l

the pipettes
we are the pipettes







8 comentários:

Miguel. disse...

devo confessar que gosto mesmo muito deste trabalho realizado no mali pelo srº damon albarn, assim como outros trabalhos que ele fez fora e dentro dos gorillas, tais como, bso- Ravenous com o srº michael nyman e laika come home versões de dub dos gorillaz com os spacemonkeyz...
na realidade o mali é um dos meus paises a querer visitar antes de morrer...

franksy! disse...

Eu adoro este trabalho!
Estive para fazer um post sobre o mali music, mas depois achei que já o faria um pouco tarde... mas agora deu-me novamente vontade de falar sobre este álbum! Acho que amanhã me vou debruçar sobre isso e postar! Mali também é um país muito especial para mim! O meu carro, aliás, chama-se exactamente Mali!!! E dentro do Mali, anda sempre comigo em viagem [longa ou curta] uma pequena girafa – brinquedo de infância – duma cor aproximada à do Mali e chamada Bamako!!!
Muito em breve conhecerás ambos pessoalmente! ;)

vizinha disse...

bom...do mali music falo eu...então?!

franksy! disse...

vizinha: vais reiniciar o maria calafrio???!!! ENA, ENA!!!

franksy! disse...

miguel., a conclusão era: não te posso [pelo menos por enquanto] levar a visitar o mali, mas posso-te deixar dar uma volta no mali! ;)

a vizinha disse...

qual maria calafrio, quem é a maria calafrio???
reiniciar o quê??
vou mas é fazer bolos de bacalhau a ouvir o Damon...ai esta juventude e os psicotrópicos

franksy! disse...

maria calafrio é uma minha amiga imaginária!
às vezes perco-me nos discursos! ;)

e então, vizinha? vais falar sobre o mali music, ou falo eu?

escreve que eu posto aqui em teu nome! [já que nunca te rendeste ao mundo dos blogs...]

a vizinha disse...

;)
pois...
isso dos amigos imaginários tem muito que se lhe diga...