15.8.07

episódio um


Nunca acordava mal disposta. Apenas tinha dificuldade em abrir os olhos. O telefonema dizia que a mãe estava no hospital. Só lhe custou abrir os olhos. Era muito longe e também era muito tarde. Voltou para a cama de olhos ainda mal abertos. A mãe estava no hospital. Nada mais. De regresso à cama o corpo rebolara, puxou daqui a dali de olhos mal abertos. Virou-se. Riu-se muito. Ria-se sempre muito. Coube tudo numa chávena de sexo – mas uma chávena daquelas grandes, de café. O pai foi-se embora sem nunca saber que o era. Ela grávida ficou ainda mais bonita.

4 comentários:

homesick.alien disse...

belíssimo*

franksy! disse...

muito obrigada!

ana disse...

e falas tu de mim...
é lindo!!!

franksy! disse...

está caladinha...
nem compares, minha amiga, nem compares...