21.8.07

porque o romantismo ainda existe

Foi em Montevideu, corria o cálido ano de 2004, que me cruzei pela primeira vez com Juan Santos. Dois anos depois, apresentada às suas causas românticas, à sua banda e aos seus ideais, tornei-me fã e desde então acompanho o seu trabalho com a máxima paixão. Foi em Portugal que nos voltámos a encontrar e onde privei com esta banda de uma forma mais opulentamente romântica! Senhoras e senhores, a minha contribuição para a última edição da 365,

6 comentários:

marta disse...

so no me lo puedo creer!!! si son ellos ...

franksy! disse...

são! eles mesmos! o romance em carne e osso!!!

mary disse...

e pq o zé bernardo esta escondido atrás do carro ah? ah?
;)

franksy! disse...

está??! nem tinha reparado...

:P

kat_Jam disse...

Que me gustam como manzanas. Nham!!!

franksy! disse...

:) manzanas é bom! e faz bem aos dentes! mais do que alguns dentistas! :P