10.9.07

já só faltam vinte e cinco

Happy B. Mr. Music Men!

9 comentários:

sem_fantasia disse...

Ora, porquê tu? Por nada especial, o blogue é divertido! Como é que eu vim aqui parar? Não faço ideia. Sinceramente, gostei da imagem do cabeçalho. :) Até te podia dar uma resposta lógica, mas... ah, e daqueles 23 da lista, conheço um ou dois... pessoalmente. É assim, quem anda nestas andanças de blogues, às vezes calha alguém na rifa que nós não conhecemos.

Bjo

Ricardo Pinto disse...

Pensei que te tinhas enganado no men(man), mas depois compreendi - eu de facto sou múltiplos!! :D
E obrigado!

franksy! [a dj espatafúrdia] disse...

Sem_fantasia, fico muito contente! Bendito cabeçalho! ;)

Ricardinho Pinto, ainda esteve com "a", mas acabei por mudar para "e"!
It's [was] your birthday!
Beijinhos e mais para béns!

kat_Jam disse...

Não é que o patife não me disse nada? Aposto que fez festa aqui mesmo ao lado e nem me convidou. Pois a vingança é mordaz... não leva prenda. E eu que até dou prendas apalhaçadas ;)

franksy! [a dj espatafúrdia] disse...

Catarina, tu não soubeste??? Houve uma enorme festa aí!!! Mesmo na tua rua!!! Andámos todos - vestidos - ao banho na piscina! Havia imensa comida!!! Imensa bebida! O Lemos e o Ricardo oficializaram a sua relação! Tocaram os dois guitarra! Ofereceram charutos aos homens e flores de pano às meninas!
Até houve um modesto fogo de artifício!
de certeza que não foste convidada?

Ricardo Pinto disse...

É mentira, não houve festa nenhuma.
Não te acredites Catarina. Fui ao noites longas sozinho, bebi três cervejas e dei duas voltas a pé à cidade a ver se havia alguém a chorar, e depois fui para casa. O raio do taxista não saber onde é a Assafarge nem a Carvailhais de Baixo é que ainda me está aqui atravessado!!

franksy! [a dj espatafúrdia] disse...

Ups…
Podias ter dito que era para disfarçar!

[só tu, a Catarina e os varzielas é que sabem onde é assafarge!]

kat_Jam disse...

Mau mau Maria ... isto anda para aqui muita gente preocupada em dar desculpas. Cá para mim cheira-me a gato. E não é nenhum dos meus 6, que eu de tanto gato aprendi a distinguir bem os cheiros.
Fogo de artifício? Trovejou um bocadinho um dia destes aqui na Assafarge, mas daí a chamar-lhe fogo de artifício é um abuso.
O Ricardo e o Lemos? Mas como é que coisa dessas me passou ao lado? Afinal, um é meu vizinho (eu sei tudo da vida dele, tudinho), e outro eu vejo quase todos os dias nos HUC. Tudo bem que existiu sempre um certo clima de "anda cá meu matulão -ai afinal não quero agora já, mais tarde talvez", mas, e isto vai soar estranho, parecia-me coisa de macho. Marcar o território, sei lá ...
Já isso do fato de banho não sei não ... eu tenho muita vergonha de expor assim a minha celulite incrustada.

Nã ... não creio ... o Ricardo não me fazia isso. A nossa relação é mais que amizade ... é messenger também. Quando ele tem ensaio ele liga o amplificador para eu poder ouvir de minha casa e eu, quando ouço Meat Loaf, telefono-lhe para ele ouvir juntinho ao ouvido. E vamos os 2 comprar o Público ao café da Assafarge. Nao juntinhos, está claro, mas isso é da timidez e lá chegará o dia.
Agora, eu custa-me a crer é que tenhas ido para o Noites Longas deprimir sem mim. Se há coisa em que eu sou sou é em estados urbano-depressivos. E eu também sei deprimir em silêncio, se não estiveres com vontade de paleio. Podíamos ter ouvido o Perfect Day do Lou Reed quando estivesse prestes a fechar, e tínhamos partilhado o taxi para casa. E sim, é verdade, a maior parte dos taxistas não sabe bem onde fica a Assafarge ou os Carvalhais de Baixo. Quantas vees tive que vir a dar indicações, só faltava pegar no volante e conduzir eu mesma.

franksy! [a dj espatafúrdia] disse...

Não teço mais comentários à [não] festa do Ricardo! Só não percebo qual foi a tua admiração quanto ao Lemos! Até parece que não estiveste naquele piquenique…
Quanto à celulite, nós fomos todos vestidos ao banho! Não houve nenhum tipo de demonstração celulítica! ;)

Obviamente que a tua relação com o Ricardo já vai num avançado estado de desenvolvimento! A partir do momento em que se partilha a compra do Público no café da assafarge, há um destino que fica marcado!
E se eu soubesse que ia ser uma noite urbano-depressiva, também me teria juntado a vocês! Adoro quando o ambiente me permite ser depressiva e eu fico de braços cruzados com olhar alienado sem abrir a boca a noite toda!!! Ai que saudades!!!