10.9.07

não sou eu, és tu.

Agradeço que não vás ao funeral. Espero que não aguardes pela minha ausência para entrar naquela igreja com semblante penitente. Agradeço que não beijes os meus pais quando não estiver a olhar. Espero que não forces uma lágrima ao olhar em redor. Agradeço que não olhes sequer para o caixão. Deixa-me pelo menos morrer em paz.

7 comentários:

Tino_de_Rans disse...

Vou mesmo deixar de vir ao teu blog antes de adormecer...

franksy! [a dj espatafúrdia] disse...

:)
desculpa, Bruninho!
não era minha intenção inquietar-te! ;)
tal como apelidaste, foi só mesmo um devaneio! e agora que vi o sms até me levantei para vir aqui postar algo de mais alegre!
a minha cabeça ainda não dá para muito... estou cheia de sono... e agora vou voltar à camita para dormir mais um pouco! Até mais logo!
Beijinhos!

Ana Margarida disse...

Olha, olha. Também andei por estes caminhos, ontem à noite.

Tino_de_Rans disse...

Tu és tola...

franksy! [a dj espatafúrdia] disse...

nunca disse o contrário!

ana disse...

paz à sua alma!

franksy! [a dj espatafúrdia] disse...

amén.