8.1.08

o desmaio


Um homem estava a pensar que estava a pensar em pensar, a pensar em pensar, pensar a pensar que estava a pensar em pensar de pensar a pensar que estava a pensar, a pensar que pensava que estava a pensar, pensando que estava e pensar em pensar …

24 comentários:

gustavosampaio disse...

ih ih ih

tu gozas, mas é verdade verdadinha...

sinto uma imensa vertigem, é assustador, como se a tua mente se desdobrasse em várias dimensões até o teu próprio ser, a unidade do teu ser, se fragmentar em mil pedaços e então já não sabes quem és ou ondes estás...

é complicadíssimo explicar...

ih ih ih

;)

obrigado por te teres lembrado,

amiga,

beijo.

*

Tinta no Bolso disse...

e fez tilt, claro, só podia


é o chamado overflow

franksy! disse...

eu sou um coração de manteiga...
parabéns, Gustavo!

Tinta, era um tilt inevitável!

gustavosampaio disse...

o "tilt" é um momento muito engraçado do jogo; é quando a máquina se chateia e diz que ou a tratam bem ou não há mais jogo para ninguém; e o jogador tem que parar de a abanar e tem que a acarinhar, se quiser continuar a jogar; em linguagem imbecilmente machista, pode dizer-se que o "tilt" é o poder de veto "efeminado" da máquina; enquanto que os "créditos" são o poder de insistência "masculinizada" da máquina; é por isso que eu gosto tanto de jogar "flippers", é como um exercício freudiano, mas muito mais engraçado, e movimentado...

ih ih ih

Tinta no Bolso disse...

?!? e eu a pensar que era quando se podia partir a merda da máquina de vez, ao murro e ao pontapé

primeiro porque se a estava a abanar já era por alguma razão
segundo porque fez tilt e me lixou o jogo
terceiro porque depois do tilt já não pode acontecer mais nada

a sério, sempre pensei que o tilt fosse uma coisa kinky, em que a máquina entrava numa cena um bocado maso

Tinta no Bolso disse...

:-)))))))))))))))))))))))

gustavosampaio disse...

oh, isso é uma perspectiva bem mais interessante, nunca tinha pensado nisso...

ih ih ih

é mesmo a minha cena,
sado-maso-niilista!

;)

franksy! disse...

eu passava horas a jogar os créditos que os amigos dos meus irmãos deixavam nos flippers à hora de almoço quando tomavam café!

gustavosampaio disse...

o meu avô tinha duas máquinas de flippers em casa. uma nunca funcionou, a outra deixou de funcionar, entretanto.

mais frustrante do que não ter uma máquina de flippers em casa, é ter uma máquina de flippers em casa mas que não funciona.

é como ter uma namorada e nunca discutir com ela!

ih ih ih

franksy! disse...

lembro-me bem de uma máquina de flippers na 'cave'/'sala de jogos' de casa dos teus avós!

realmente ter uma máquina de flippers é fantástico! mais frustrante será não a poder usar!

e a analogia que fizeste é... estúpida! :)

eu não gosto de discussões!


[especialmente em carros!]

gustavosampaio disse...

as analogias são assim: há-as estúpidas, há-as inteligentes e há-as assim-assim, depende dos dias, depende das noites.

tal como os gustavos: há-os estúpidos, há-os inteligentes e há-os assim-assim, depende dos dias, depende das noites.

[lá está, mais uma analogia idiota!]

:P

também não gosto de discussões. mas pior do que uma discussão é uma não-discussão. o silêncio é muitas vezes mais agressivo do que o ruído. terá sido isso que se passou naquela tarde naquele carro naquele momento. o meu silêncio contra o teu ruído. peço desculpa. pela 53ª vez...

*

franksy! disse...

Jovem,
Há imensas coisas/pessoas/fases na vida a que se pode aplicar esta regra!
Todos nós temos fases mais ‘inteligentes’, mais ‘estúpidas’ e ‘mais assim-assim’!
Quanto ao resto, estava a brincar!
E a partir do momento em que eu consigo brincar com isto contigo é porque não há mais desculpas a pedir!
Na altura custou-me imenso, mas agora, à distância dos acontecimentos consigo compreender e aceitar perfeitamente que num a fracção de segundos uma pessoa ‘se passe’ e tenha uma atitude menos correcta!
Compreendo-o, especialmente, agora que descobri que há pessoas que conseguem viver essa fracção de segundos por meses e meses a fio…
Mas tens razão! O silêncio pode ser mais agressivo que uma discussão. Mas o melhor mesmo é estar tudo em paz e sossego e resolverem-se as coisas com calma e meiguice!
E de qualquer forma, isto não são coisas para se discutirem aqui! Aliás, isto não são coisas para se discutir! Já lá vão demasiados anos para ainda estar a dar importância a isso!
Let’s move on!

*

gustavosampaio disse...

"jovem"!?

ih ih ih

franksy! disse...

imberbe!

gustavosampaio disse...

'jovem imberbe'! não me deves estar a ver bem desde há muitos anos, certamente... estou com um ar mais cadavérico do que o vasco pulido valente, mas sem o charme caquético do vasco pulido valente... ih ih ih

franksy! disse...

não há nada de charmoso no VPV...
MESMO nada...

gustavosampaio disse...

oh, não digas isso...

o vpv é lindo!!

franksy! disse...

pois é, gustavo...
é ele o tarzan taborda!

gustavosampaio disse...

o vpv é o tarzan taborda???

ih ih ih

se o vpv fosse um lutador de wrestling decerto que cuspiria nos adversários depois de os colocar k.o.!!!

é lindo, o vpv!!!

:)

gustavosampaio disse...

e se o vpv fosse presidente, daria tudo a toda a gente!!!

franksy! disse...

não brinques com coisas sérias!!!
o vpv nunca seria presidente!!! e se fosse, não daria nada a ninguém!

gustavosampaio disse...

o vpv já foi deputado, e poderia muito bem ser presidente!!!

e, reitero: o vpv daria tudo a toda a gente!!!

eu voto vpv!!!

:)

gustavosampaio disse...

vpv a presidente!!!

diga!?

franksy! disse...

estava só a parar na passadeira...